Denizart Vidigal fala sobre Feira Internacional de Irrigação 2021

Autor: Jéssica de Souza - Data: 28/04/2021

Denizart Vidigal

Este mês a AuE Software conversa com Denizart Vidigal, sobre a Feira Internacional de Irrigação 2021 e seus desafios dentro do cenário atual.


Aue Irrigação: Denizart, primeiro fale um pouco sobre você. (sua formação, atividades atuais, cargos...)

Denizart: Sou engenheiro-agrônomo e trabalhei na área por muito tempo. A 20 anos atrás fiz meu mestrado no Instituto Agronômico de Campinas, logo após fui chamado por uma empresa americana para representá-la no Brasil na área de irrigação, e desde então permaneci neste setor.

Em 2005 tive a ideia de criar a revista Irrigazine; e em 2017 percebi a necessidade do setor de irrigação possuir uma feira específica, com isso criei a Fiib.

Recentemente assumi uma diretoria na nova equipe da Associação Brasileira de irrigação e Drenagem.


Aue Irrigação: Fale sobre a Feira Internacional de Irrigação, diante do cenário da COVID. Já passou por remarcação do evento, quais dificuldades passou na organização de um evento desse porte, tão importante para nosso mercado.

Denizart: De fato a situação de pandemia nos traz muito transtorno. Quando houve o adiamento no ano passado nós estávamos prestes a inaugurar a feira, houve o decreto e devido a isso não pudemos realizar o evento. Mas já havia um consenso dos expositores de que não seria recomendado porque muitos são estrangeiros e já estavam enfrentando o problema. A preocupação foi grande, gerou insegurança, mas felizmente todos agiram de forma racional e entenderam a situação e a necessidade de adiar até que as coisas normalizassem.

Imaginamos que seria no início do ano, já remarcamos varias vezes, e agora temos a data para final do ano. Acreditamos que até lá as coisas já estejam “normalizadas” ou que os eventos presenciais possam acontecer com todos os cuidados de higiene e proteção, tanto dos expositores quanto dos visitantes, para que todos se sintam seguros e possam participar do evento.

É nisso que apostamos. Infelizmente não temos como prever o futuro, mas estamos trabalhando para que tudo ocorra da forma mais segura possível.


Aue Irrigação: E sobre a Feira, quais os pontos fortes os leitores podem aguardar na Feira em Outubro deste ano?


Denizart: A ansiedade é grande de fato, estamos a tanto tempo sem eventos presenciais acontecendo, e apostamos que o público também esteja ansioso para participar.

Nosso evento é em formato de uma feira de negócios, então nós temos um número muito grande de empresas reunidas especificamente do setor de irrigação. São mais de 100 marcas reunidas. Isso é um motivo de muito orgulho para nós, poder reunir tantas empresas e representantes de equipamentos de irrigação em um só evento.

O que atrai os nossos visitantes é a questão do network, esse relacionamento pessoal que somente a feira presencial permite, ter o contato direto entre clientes e fabricantes, do público interagindo com técnicos da área comercial e residencial.

Além das empresas também temos os cursos que atraem muito visitantes procurando a feira para fazer cursos rápidos de aperfeiçoamento. As palestras com níveis técnicos elevados; nós vamos buscar debates relacionados a energia, que é o principal insumo de irrigação, discutir questões de tarifas e alternativas como a energia fotovoltáica.

Também iremos apresentar novidades. Muitas empresas estão com lançamentos para apresentar ao mercado.

O nosso tradicional curso básico, o Tour da Irrigação, para quem quer iniciar poder ter o primeiro contato com o mercado, projetos de irrigação, saber como se desenvolver na carreira.

Devemos ter também um pré-evento que está na sua segunda edição. Ele acontece no final de semana que antecede o evento, 16 a 18 de Outubro, e é um curso bem técnico voltado para quem já é especializado na área. Será um curso de transientes hidráulicos visando suprir a carência que temos no setor.

Visitantes e expositores na FiiB

Visitantes e expositores na FiiB. Fonte: Denizart Vidigal



Aue Irrigação: Você também tem uma atuação forte na parte de Educação do mercado de irrigação, a Revista Irrigazine é o "carro chefe" dessa difusão de informações.
Como você enxerga o crescimento do Mercado de Irrigação e a profissionalização dele?

Denizart: Sem dúvida, quando olhamos a 15 anos atrás, o cenário da irrigação era bastante diferente. Nós não tínhamos a exposição que pensávamos que merecíamos da mídia em geral. Foi por isso que criei a Irrigazine. Eu viajava muito para o interior do Brasil e percebia que a informação não chegava para aquele irrigante ou comerciante. Ele não recebia a informação porque a mídia não tinha interesse em divulgar a irrigação, não era pauta grande.

Hoje isso mudou muito. Encontramos materiais e bastante discussão sobre o tema em todos os veículos, inclusive a televisão. Até mesmo em nível governamental, temos uma interlocução com setores de ministério e governo. Um cenário muito diferente e importante para nós.

Eu vejo que a Irrigazine cumpriu um papel importante de união, pois a irrigação estava desorganizada em todos os setores, não só na questão da divulgação, mas também como setor. Ela ligou as pessoas, aproximou os interesses de cada um, apresentando o que estava acontecendo em todos os lugares, no nordeste ou em uma associação de irrigantes.

Se olharmos agora para o futuro, este crescimento tende a aumentar. Isso vai refletir na profissionalização do setor, exigir técnicos cada vez mais gabaritados e espaço para todo mundo trabalhar.

E isso fica claro nas projeções da ANA, recomendo a todos que procurem o Atlas de Irrigação que traz bastante informação do setor, onde nos próximos 20 anos a área irrigada tende a crescer 76%. Já a ABIMAQ ou a ABID colocam esse crescimento ainda maior.

Temos um potencial de crescimento muito grande e ainda estamos longe de conseguir atingir esse potencial, deveríamos pensar em dobrar esse ritmo. Isso precisa ser incrementado, precisa de políticas adequadas, de uma ação organizada dos setores, das empresas se adequarem para receber esse crescimento. As perspectivas são muito boas.

Em termos de tecnologia estamos equiparados ao mundo todo. Temos que cuidar para que o profissional brasileiro não fique para trás, ter sempre gente nova entrando no mercado e com uma bagagem técnica sólida. Isso vai ser muito importante daqui para frente.


Aue Irrigação: O mercado de Irrigação para Paisagismo especificamente, tem se tornado oportunidade grande, projetos residenciais de pequenos e médio porte tem sido cada vez mais automatizado, e a situação do "Fique em casa" fez as pessoas valorizarem mais seus espaços privados.
Como você enxerga o mercado de Irrigação residencial e que mensagem você deixa para os profissionais que estão começando e/ou aumentando sua estrutura neste momento?

Denizart: O mercado de irrigação residencial e paisagismo é uma forte tendência. A irrigação paisagística não é considerada um luxo como antigamente. Hoje muitas pessoas possuem condições de ter um jardim, por menor que seja, aplicar tecnologia com controladores e ter um jardim bacana e irrigado. Variações como o jardim vertical também estão em alta. Isso abre uma oportunidade enorme para os profissionais da área explorarem este mercado. O público gosta. Outro mercado que cresceu foi o de irrigação em campos esportivos, devido ao impacto que a Copa do Mundo trouxe.

O importante é fazer bem feito, temos equipamentos de qualidade no mercado, os profissionais têm que estar atentos a isso e explorar ao máximo a tecnologia que os equipamentos oferecem.

Na feira sempre temos uma parte dedicada a esse mercado e este ano estaremos tratando deste tema. Então para quem tem interesse na área de paisagismo gostaria de convidar a nos acompanhar pelo
Facebook e Instagram. Temos também um site que estamos reformulando para criar uma maior interação com o público; e estarão lá todos os expositores com seus produtos, tudo muito bem apresentado.

FiiB 2018

FiiB 2018. Fonte: Denizart Vidigal



Veja também:
Lançamento da segunda edição do Atlas Irrigação
A importância da utilização de sistemas de irrigação mais eficientes no Brasil
Conheça alguns dos sistemas de irrigação mais utilizados na agricultura


Compartilhar:


Anterior Próximo

eBook: Planta baixa técnica x Planta humanizada em paisagismo

Comente esta matéria:
Nome:
E-mail:
1 + 6 = ?
Digite o seu comentário sobre a matéria:
Qual a sua avaliação sobre esta matéria ?



---
Entrevista
Denizart Vidigal fala sobre Feira Internacional de Irrigação 2021
Denizart Vidigal fala sobre Feira Internacional de Irrigação 2021

Conversamos com Denizart Vidigal, organizador da FiiB, Feira Internacional de Irrigação e Diretor da Irrigazine.

Ensino
Confira como foi o Curso de Irrigação Avançado para Paisagismo
Confira como foi o Curso de Irrigação Avançado para Paisagismo

O Curso de Irrigação Avançado foi ministrado pelo profissional Marcelo Zlochevsky e abordou sobre projetos de irrigação em paisagismo e gramado

AuE Network
Atualização dos catálogos da RainBird no HydroLANDSCAPE - 05/2021
Atualização dos catálogos da RainBird no HydroLANDSCAPE - 05/2021

Revisamos o catálogo de produtos da RainBird, conferimos os dados de performance, lista de produtos, novidades e alterações. Confira

Como é feito o processo de atualização dos catálogos de Irrigação da AuE Software
Como é feito o processo de atualização dos catálogos de Irrigação da AuE Software

Veja nessa matéria como é realizado todo o processo de atualização dos catálogos dos itens de irrigação da AuE Software feitos em 2021.

Dicas técnicas
HydroLANDSCAPE: Dica 4 de 5: Configuração de Penas
HydroLANDSCAPE: Dica 4 de 5: Configuração de Penas

Na dica deste mês, aprenda como configurar as penas para melhor impressão do seu projeto em CAD.

CalcLANDSCAPE- Dica 2 de 3: Incluindo novas composições
CalcLANDSCAPE- Dica 2 de 3: Incluindo novas composições

Aprenda como incluir composições aos itens do seu projeto no CalcLANDSCAPE.

Notícias
Inscrições Abertas para o 4° Prêmio Mulheres do Agro
Inscrições Abertas para o 4° Prêmio Mulheres do Agro

Estão abertas as inscrições para o 4 Prêmio Mulheres do Agro voltado para inovações em recursos hídricos, defensores agrícolas e sustentabilidade

Más práticas na Agricultura podem afetar a qualidade das águas
Más práticas na Agricultura podem afetar a qualidade das águas

Segundo estudos a agricultura afeta a qualidade das águas dos rios. Vamos observar pontos de atenção.

Live de Comemoração aos 48 anos da Embrapa
Live de Comemoração aos 48 anos da Embrapa

Em seu 48° aniversário a Embrapa faz uma live para falar sobre o Balanço Social de 2020, VII Plano-Diretor, novas tecnologias, publicações e cursos.

Arquivo
Edição Anterior

Revista AuE Irrigação Ano 2 No 14 / Abril de 2021

Conteúdo completo

Lista com todas as Edições da Revista AuE Irrigação

Top 10

Matérias mais comentadas da revista

Projetos
Projeto de Irrigação Caminho do Rosário
Projeto de Irrigação Caminho do Rosário

Eng. Agrícola José Giacoia

Lista de Projetos

Lista com Todos os Projetos da Revista AuE Riego Digit@l

Top 10 de Projetos

Lista com 10 projetos mais comentados

Agenda
Conversar no Whatsapp +55(32)3217-1501

X

AuE Irrigação


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo de irrigação? Informe seus dados para mantermos contato!




Revista no seu E-mail

*
*
*