Allan Cunha e o ensino da Irrigação

Autor: Jéssica de Souza - Data: 16/12/2021

 Allan Cunha

Entrevistamos este mês o engenheiro agrônomo e professor de irrigação Allan Cunha. Na conversa ele conta um pouco sobre sua formação, a paixão pelo ensino, seu livro “Projetos de irrigação por aspersão” e os projetos para o futuro.


Aue Irrigação: Fale sobre você, de onde você é, o que te motivou a seguir o ramo de irrigação, sua formação e trajetória profissional.

Allan Cunha: Me chamo Allan Cunha Barros, sou natural de Aracaju, mas Arapiraquense de coração! Formei em Agronomia pela Universidade Federal de Sergipe em 2006, e fiz mestrado e doutorado pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz.

Comecei a me interessar pela área de irrigação quando era bolsista dos professores Antenor e L. Campeche nos tempos de graduação. Tive oportunidade de trabalhar na pesquisa com microaspersão e gotejamento. Ainda na graduação, fui estagiar na empresa Agroconsulte, lá em Aracaju, e tive a oportunidade de ver e conversar muito sobre irrigação com Eng. Agrônomo Alexsandro.

Em 2014, já professor da UFAL, fui sócio da Empresa Irrigar, lá em Arapiraca, onde conheci muita gente boa também, que trocam ideias comigo até hoje! Por motivos pessoais, me afastei da empresa, mas continuo vivendo irrigação!


Aue Irrigação: Você tem um excelente currículo, é muito focado em estudos, possui diversas publicações, um livro já lançado e leciona na UFAL. O que te fez seguir esse caminho do ensino?

Allan Cunha: Eu fui fazer mestrado para aprender mais sobre irrigação e virar professor foi consequência! A irrigação sempre me tirava da zona de conforto, eu queria saber mais. Mas foi a empresa que me mostrou que eu poderia fazer um pouco mais, ou fazer de uma forma diferente!

Aproveitei também a vivência com minha esposa que é arquiteta e pude ter acesso a um livro chamado “Manual do Arquiteto Descalço”. Nesse manual você tem a possibilidade de ver muita coisa sobre arquitetura pois ele é rico em detalhes. Daí juntei essa ideia e escrevi meu primeiro livro sobre irrigação, que tenta encher de detalhes os sistemas facilitando a leitura para todos.


Aue Irrigação: Mas você atua também com a realização de projetos?

Allan Cunha: Atuo, mas em quantidade muito pequena, por causa da limitação de carga horária disponibilizada pelas universidades. Também sempre procuro ir à Agrishow para ver o que há de novo! Mantenho contato com projetistas e empresas. Acredito que todo professor que atua tem mais informações para prestar aos alunos e o mercado anda numa velocidade absurda. Outro dia fui utilizar um emissor de vazão 0,6L/h, e depois do projeto pronto descobri que o emissor não é mais utilizado.


Aue Irrigação: No seu livro “Projetos de irrigação por aspersão” você traz informações essenciais para entender tudo que envolve a irrigação e, com isso, poder projetar um sistema de qualidade. Quais são essas informações?

Allan Cunha: O livro foi pensado naquele cara que resolveu fazer seu primeiro projeto! Então, eu começo pelo básico, utilização do programa CAD.

Depois eu trago algumas informações que divergem dos outros livros, como exemplo, a tabela de capacidade de água no solo. Mas está certo? Sim! A literatura recomenda o que deveria ser feito, no entanto, pegue um produtor lá da minha terra e tente dizer a ele que eu vou coletar o solo, depois, vou mandar para laboratório para determinar a capacidade de campo. Até lá, ele já desistiu do projeto.

Eu não peço que deixem de fazer a análise, mas peço que utilize os dados tabelados para o pré-projeto, quando for fechado o orçamento, ele pode fazer a análise e corrigir alguns fatores.

Outro fator que eu também julgo importante no meu livro é que eu explico em detalhes um catálogo de aspersor, fazendo com que o projetista entenda melhor o equipamento e seu projeto.

Outras coisas que acho bacana são o detalhamento de peças que ajuda a entender os componentes do sistema, e a metodologia diferenciada das que estão na literatura.


Aue Irrigação: Em relação uso de softwares na elaboração do projeto. O que essas ferramentas tecnológicas trazem de benefício ao projetar?

Allan Cunha: Eu descrevo no livro apenas programas free, ou com licença educacional porque pensei naquele cara que vai dar o primeiro passo, aquele que pode estar só testando, aquele que talvez nem tenha recurso para começar; mas com um computador ele pode fazer os primeiros projetos.

Vai demorar mais? Vai! mas é o primeiro passo!

Sobre o uso de programas, sou a favor! Como eu disse, os primeiros projetos são mais demorados, os clientes são poucos. Você acaba fazendo um projeto artesanal, apesar de usar planilhas. Mas você já fez projeto de irrigação paisagística na mão?


Aue Irrigação: A AuE Software possui a ferramenta HydroLANDSCAPE para auxiliar em projetos de irrigação. Você conhece?

Allan Cunha: Eu conheço o HydroLANDSCAPE, usávamos na empresa. Para desenhar era mão na roda!


Aue Irrigação: Você ensina a questão do dimensionamento, mas não usa o tradicional. Qual a diferença do seu método?

Allan Cunha: Aqui na região de Arapiraca as propriedades rurais são desuniformes, não existe padrão. Nos livros, a gente vê bastante área retangular quadrada, mas aqui as áreas eram difíceis de se trabalhar, quebrava a cabeça mesmo. Além disso, os produtores sempre pediam: Quero que “molhe” tudo!

Dessa necessidade, eu criei uma metodologia, baseada na irrigação de jardim. Eu dimensiono as laterais por trechos, adotando a velocidade máxima de 1,5m/s, e sempre que possível dividindo as laterais ao meio, ou seja, sem laterais muito compridas. E deu certo!

A área pode ter a topografia que quiser, mas o projeto é feito, logicamente, respeitando aqueles critérios de variação de vazão e pressão máxima na lateral. Também fazemos tudo em planilha desenvolvida para isso, assim, podemos utilizar a equação Universal, por ser mais precisa, possibilitando, além de tudo, alturas manométricas menores.

Apesar de tudo ser pensado para os pequenos, a metodologia se adequa a qualquer área.


Aue Irrigação: Quais as principais dificuldades que as pessoas têm ao projetar um sistema de irrigação?

Allan Cunha: Primeiro de tudo, o medo de fazer um projeto caro e errar a bomba, ou a tubulação. Por isso, ter uma ferramenta super confiável para garantir a hidráulica do seu projeto é muito importante.

Segundo passo, é não conhecer as peças do sistema, não saber o que é uma chula! Eu digo aos meus alunos para irem a uma loja de material de construção e sair olhando as conexões, aprender o que é um adaptador, uma luva, etc.

Por último, não saber o preço que deve cobrar pelo serviço!


Aue Irrigação: O que considera como erros mais comuns em projetos de irrigação e no que eles prejudicam o plantio?

Allan Cunha: Na irrigação localizada um erro que pode acabar com seu projeto é a falta de estudo do bulbo do solo. Imagine que você vai enterrar sua mangueira e na hora que irriga, o bulbo molhado não atinge a zona das sementes! Vou aumentar a vazão! Não vai resolver, especialmente se o solo for arenoso!

Mas muito mais do que ter erros pontuais, é não ter humildade de perguntar ou ouvir. Tem gente muito boa no mercado e geralmente os fornecedores podem tirar uma dúvida sobre a vazão ideal para o solo A ou B, uma informação se a válvula de alívio tá correta. Nascemos para aprender e é aprendendo todo dia que as coisas vão melhorando


Aue Irrigação: Quais os benefícios que uma boa irrigação traz à agricultura?

Allan Cunha: Aqui na minha região nordeste a irrigação possibilita a produção em época seca, só aí já seria o suficiente para justificar seu uso. Além disso, a possibilidade de utilizar a fertirrigação seria o segundo ponto, mas muito mais que isso, a irrigação permite o desenvolvimento de regiões com baixa precipitação.

Eu tive a experiência de visitar Inajá-PE nesses últimos tempos e fiquei feliz em ver o desenvolvimento que a agricultura irrigada proporciona a aquela região! A terra da melancia! A pessoa sai de lá feliz, isso graças à irrigação e ao bravo povo que vive na região!


Aue Irrigação: Cite 3 pontos importantes ao projetar, ao realizar a montagem do sistema e o depois de pronto.

Allan Cunha:
Projetar:
Entender o catálogo do fabricante (gotejo, aspersão, filtro, etc.);
Ter uma planilha robusta( ou um programa de confiança);
Velocidade entre a medição da área e entrega do orçamento.

Montagem:
Uma planta bem desenhada com todos os detalhes construtivos;
Organização dos materiais antes da montagem;
Um garrafão de água para cada, porque no sol do sertão, dá até.

Depois de pronto:
Conferir os pontos de pressão;
Avaliação da uniformidade;
Feedback dos clientes.


Aue Irrigação: Além do livro, quais outros meios de ensino você possui para quem quiser se informar mais a respeito de irrigação?

Allan Cunha: Eu tenho um canal no Youtube desde 2011, quando comecei a treinar nesta área, mas foi um ano e meio antes da pandemia que eu comecei a produzir mais materiais! Tenho o instagram do laboratório de Recursos Hídricos da UFAL e acabei de criar um outro, focado mais em minhas experiências.


Aue Irrigação: Qual dica você dá para o profissional que está começando na área e para aquele que já está no ramo a um tempo?

Allan Cunha: O que está começando é tentar se especializar sempre. Eu lembro que quando abrimos nossa empresa, teve um curso feito pela NaanDanJain em Leme que foi muito bom, além disso, pude conhecer gente muito boa que até hoje troca ideias comigo, como meu amigo Ricardo Leite, lá de Imperatriz do Maranhão! Ele quem me socorre!

Aos mais antigos nos setor recomendo o mesmo, especialização.


Aue Irrigação: Soube que está trabalhando em um novo livro. O que iremos encontrar de novo no conteúdo?

Allan Cunha: Sim, o livro será sobre irrigação localizada, nessa mesma pegada do livro de aspersão! Bem didático, falando a linguagem que pode ser compreendida por todos e com muitos exemplos!

Projeto de gotejo e micro, autocompensado e não compensado e como um "pulo do gato", que vou contar aqui em primeira mão: alguns exemplos do livro terão a explicação do dimensionamento gravadas em vídeo e disponibilizadas para os leitores. Assim, eu acho que consigo um outro diferencial!

O livro já está na fase de correção, mas não se preocupem que não vai demorar muito, antes um livro inacabado na estante que um perfeito na gaveta (li isso de uma autora, mas não me recordo para citá-la).


Aue Irrigação: Para finalizar, diga como vê o futuro da agricultura irrigada no mundo.

Allan Cunha: Sobre a utilização de tecnologias para o desenvolvimento agrícola, eu tive a oportunidade de conhecer um africano, de nome Jorge Bonga, que veio conhecer as nossas técnicas de convívio com a seca; ele aprendeu sobre barragem, silagem, dentre outras coisas. O nordeste brasileiro possui vários exemplos de superação como estes, como a produção de leite nas bacias leiteiras do sertão alagoano.

Então, se com pouca água a gente já faz o que faz, tendo água a gente só tem a se desenvolver. A expectativa do aumento das áreas irrigadas para o Brasil também é ótimo para o setor.

Espero que tenham mais projetistas e irrigantes e que estes entendam a importância de se produzir alimentos.



Gostaríamos de agradecer ao Allan Cunha por conceder a entrevista para a AuE Irrigação Digital.

Para acompanhar o trabalho desse excelente profissional vamos deixar abaixo as suas redes sociais:

Allan Cunha Barros
Canal do Youtube: Prof. Allan Cunha - https://www.youtube.com/c/ProfAllanCunha03/featured
Instagram: @irrigação_ac


Veja também:
Paulo Valério e o uso da água na pecuária
Benito Alves Perdomo Neto e sua jornada no mercado de Irrigação
Irrigação automatizada em campos esportivos por André Amaral


Compartilhar:


Anterior Próximo

eBook: Planta baixa técnica x Planta humanizada em paisagismo

Comente esta matéria:
Nome:
E-mail:
3 + 9 = ?
Digite o seu comentário sobre a matéria:
Qual a sua avaliação sobre esta matéria ?



---
Entrevista
Allan Cunha e o ensino da Irrigação
Allan Cunha e o ensino da Irrigação

Na conversa ele conta um pouco sobre sua formação, a paixão pelo ensino, seu livro “Projetos de irrigação por aspersão” e os projetos para o futuro.

Ensino
Estão abertas as inscrições para o Curso Presencial da AuE Software
Estão abertas as inscrições para o Curso Presencial da AuE Software

O curso será uma imersão no ensino de botânica e irrigação, introdução aos softwares da empresa e CAD, e noções de marketing.

AuE Network
Incluímos gotejadores NaanDanJain no banco de dados do HydroLANSCAPE
Incluímos gotejadores NaanDanJain no banco de dados do HydroLANSCAPE

Veja observações técnicas sobre a coleção de gotejadores NaanDaanJain que publicamos este mês de novembro de 2021 no AuE Network

Dicas técnicas
HydroLANDSCAPE - Alterando as configurações de layer
HydroLANDSCAPE - Alterando as configurações de layer

As layers do HydroLANSCAPE já vem em um padrão, mas podem ser alteradas de acordo com as necessidades de projeto.

LandManger - Erro ao inserir novas tarefas
LandManger - Erro ao inserir novas tarefas

Vamos mostrar como corrigir erro ao inserir uma tarefa no cronograma de obras, ocasionado pela finalização do planejamento.

Notícias
A hidrologia na Agricultura Irrigada
A hidrologia na Agricultura Irrigada

A importância do monitoramento hidrológico para a qualidade do solo e, consequentemente, aumento da produção nas culturas.

Efeitos do La Niña na agricultura da América Latina
Efeitos do La Niña na agricultura da América Latina

As chuvas e a seca causam impactos nas culturas e são necessárias algumas observações para que não ocorram perdas na safra.

Sistema de filtragem: o uso filtros para evitar o entupimento de emissores
Sistema de filtragem: o uso filtros para evitar o entupimento de emissores

As vantagens e importância de usar sistema de filtragem. Importante processo na irrigação que ajudará a ter melhor performance dos aparelhos.

Novidades
Criada a Rede Nacional de Irrigantes
Criada a Rede Nacional de Irrigantes

Saiba os objetivos da Rede Nacional de Irrigantes que desejam auxiliar o desenvolvimento da Agricultura Irrigada no Brasil

Dia Mundial do Solo
Dia Mundial do Solo

Saiba como o manejo correto da agricultura pode ajudar na conservação do solo beneficiando o meio ambiente e o bolso do agricultor.

Vem ai: AuE LandOffice 2022
Vem ai: AuE LandOffice 2022

Serão muitas novidades, mas vamos soltar apenas alguns spoilers para que vocês possam ter uma pequena idéia do que está por vir.

Arquivo
Edição Anterior

Revista AuE Irrigação Ano 2 No 21 / Novembro de 2021

Conteúdo completo

Lista com todas as Edições da Revista AuE Irrigação

Top 10

Matérias mais comentadas da revista

Projetos
Lista de Projetos

Lista com Todos os Projetos da Revista AuE Riego Digit@l

Top 10 de Projetos

Lista com 10 projetos mais comentados

Agenda
Conversar no Whatsapp +55(32)3217-1501

X

AuE Irrigação


Que tal se manter sempre informado das novidades do mundo de irrigação? Informe seus dados para mantermos contato!




Revista no seu E-mail

*
*
*